https://www.poetris.com/
Poemas : 

Saudade

 
Tags:  MHA  
 
Saudade

Distante, ausente, morto, embora
de quem se amou nunca ninguém se esquece.
O rosto da pessoa permanece
pelos dias, sem conta, vida fora.

Como se vivesse, em nós, em cada hora
e nos pedisse cada dia alguma prece,
vem a saudade que não esmorece
e entra em nós como dona e senhora.

A saudade é o amor que fica,
de tudo que vivemos com ventura,
na idade que tudo ri e tece…

A saudade é amor que se dedica,
a quem nos deu abraços de ternura
e, embora morto, o nosso amor merece.

Maria Helena Amaro
26/01/2015

https://mariahelenaamaro.blogspot.pt/2018/02/saudade.html
 
Autor
amacsequeira
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 12/02/2018 16:21  Atualizado: 12/02/2018 16:22
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15426
 Re: Saudade
Poetisa
Belíssimo soneto! Lembrei de meu falecido noivo! Nunca vou esquece-lo, sinto muita saudade, mas não quero me sentir mal por ter minha alma preenchida de amor por outro alguém que nesse momento vive e tem seu coração batendo pelo meu também! Deixo uma música que adoro!
Obrigada pela partilha! Beijos!
Janna