https://www.poetris.com/
Poemas : 

O BÁRBARO ESTÁ GRAVEMENTE FERIDO

 
A solidão,
a angústia,
o silêncio da madrugada,

ela morta
e tu negando meu clamor
com essa minha angustiante, interior
e pungente dor:

eu, bárbaro ferido,
o teu amante, o teu carrasco, o teu traidor,
jogado ao chão, com um absurto
silêncio interior,

com meus próprios
fantasmas que, com seus açoites e ruídos,
dilaceram-me os nervos, os sentidos
e a ama sem cor!


Péricles Alves de Oliveira (Thor Menkent)


 
Autor
Thor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
90
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.