https://www.poetris.com/
Textos : 

DESATINO. CORDEL

 
Open in new window

Vi-o cair em desatino,
Gritei que voltasse à vida,
Ninguém foge do destino,
Logo escondeu-se da alegria.
Pois foi pouca a sua sorte,
Construindo a sua trajetória,
Escapou, por um fio, da morte,
Transformando a sua história.
Completamente só e insano,
Não quis ficar ao meu lado.


"A vida é um poema que escrevemos todos os dias".
UMA MULHER UM POEMA
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/pt/deed.pt_PT

 
Autor
UMA MULHER UM POEMA
 
Texto
Data
Leituras
68
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.