https://www.poetris.com/
Poemas : 

A BUSCA!

 
O que busco é nada,
não adianta mais insistirem,
o nada é meu rumo
e meu prumo;

o tudo é nada
no porvir que inexiste,
nos indigências famintas,
nas masmorras sem luz,
nas catástrofes empedernidas,
nos medos, nas dores e nas angústias
das flores perdidas.

só a inconsciência de coisa alguma,
quando aflorada ao fulcro
esquálido do cerne,
pode conter a inútil necessidade
de um tudo
e a sincera leveza das pedras;

sim, estou mais perdido
que nunca:

o que busco é o nada
– insulso, descolorido, inanimado, insciente –
sabendo ser-me impossível atingir
a plenitude dessa paz.


Péricles Alves de Oliveira (Thor Menkent)


 
Autor
Thor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
141
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.