https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Contemporizando

 
Tags:  palavras    espera    desunião  
 
Open in new window

Contemporizando

O que se espera quase sempre não acontece
O inesperado sempre está em nossa volta
Seria melhor que quando batesse na porta
Fosse tudo de bom que pedimos em prece

Mas o mundo é mesmo assim e tudo ocorre
Quanto se espera tudo de bom nessa vida
Depois de ter engolido muitos sapos na lida
Eis que de repente, sem motivos, se morre

A desunião é muito frequente nesse planeta
O nosso vizinho parece o boi da cara preta
E quer nos destruir em todos os instantes

Mas não sabem que aquilo que da boca sai
Sempre voltará contra nós e nunca se vai
O melhor é aprender a viver quanto antes.

jmd/Maringá, 05.04.18


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
177
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.