https://www.poetris.com/
 
Rondel : 

NADA DESFAZ-ME O ENCANTO

 

Sou um escravo do universo engulo minhas vontades
Não tenho feito progressos tudo em mim é calamidade
Quando penso em retrocesso decanto a perversidade
Que o criador me impõe disfarçada de muita bondade

Alem do meu corpo a cruz que erros tenho acumulados
São as perguntas sem respostas que faço as Divindades
Sou um escravo do universo engulo minhas vontades
Não tenho feito progressos tudo em mim é calamidade.

Tenho certa crença em Deus desacredito da humanidade
Minhas tristezas são constantes intercaladas de saudades
Com as alegrias minguadas me sinto meio abandonado
Mas nada desfaz-me o encanto de ser fração da sociedade
Sou um escravo do universo engulo minhas vontades.


Enviado por Miguel Jacó em 07/04/2018
Código do texto: T6301782
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
383
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
5
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 13/04/2018 09:31  Atualizado: 13/04/2018 09:31
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1772
 Re: NADA DESFAZ-ME O ENCANTO
Miguel.. temos de acreditar em alguma divindade.. e assim tentar colocar um pouco de fé na humanidade. Gostei de ler o seu poema. Muito bom. Abraços.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 13/04/2018 11:14  Atualizado: 13/04/2018 18:49
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2118
 Nada me faz encanto


Nada se faz cantando



Nada acontece, a única veleidade é no que digo,
Importância, a falácia menos feliz fútil do mundo
A felicidade uma incongruência ilógica, falsa
De certos loucos, nada me faz encanto,

Excepto a certeza na minha ínfima percepção de fim,
Sinto o que vejo tal como um escaravelho
Empurrando uma anónima vida passada
Como que por engano, sem cura. Ternura ou medo

São elementos consumíveis tal como um cabelo,
Um milhão de velas acesas não evita uma guerra
Nuclear tal como um prego não serve de casquilho,
Frente a frente a realidade é bizarra e bizantina

Tal como toda a liga que não se liga a nada
"Is this the end"










Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 13/04/2018 17:59  Atualizado: 13/04/2018 17:59
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16342
 Re: NADA DESFAZ-ME O ENCANTO
Miguel
Amigo, quem tem fé em Deus nunca se sente abandonado, o encanto é como a esperança, nunca morre!
Belo rondel!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 14/04/2018 10:40  Atualizado: 14/04/2018 10:40
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2806
 Re: NADA DESFAZ-ME O ENCANTO
Amar é cansar-se de estar só...

Fernando Pessoa

Sou um escravo do universo engulo minhas vontades
Não tenho feito progressos tudo em mim é calamidade
Quando penso em retrocesso decanto a perversidade
Que o criador me impõe disfarçada de muita bondade

Um abraço Migueljaco

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 14/04/2018 19:18  Atualizado: 14/04/2018 19:18
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6652
 Re: NADA DESFAZ-ME O ENCANTO
Boa tarde, Miguel,

Um rondel belíssimo.
Sem Deus, estaríamos perdidos!
Pode crê Deus caminha contigo
ombro a ombro. Parabéns!

Um abraço,
Mary Jun