https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Aquela moça

 

Não, aquela moça será minha.
Sozinha, quebra os tabus.
Sozinho, sonho com ela.
Uma aquarela de sentimentos,
É isso que ela me trás.
Sou capaz de atravessar o mundo
Ao primeiro sinal de amor dela.
Mas nesta aquarela eu pinto sozinho,
Sem o carinho que eu teria dela.
Sou aquele que espera após a desesperança,
A pujança pode vir depois da miséria.
Aquela moça tão doce...
Aceitaria o que quer que fosse.
Fosse amor ou não fosse,
Talvez eu fosse até ela.
Construiria uma passarela
Para ela passar para minha vida.
Qual a saída? Ela me interpreta mal.
Um sinal, qualquer que fosse...
Ela é uma fortaleza de indiferença,
Uma sentença para nós dois.
Condenados a um depois
Que sei que nunca virá.


Rafael Carneiro


 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
207
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
7
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 09/07/2018 10:48  Atualizado: 09/07/2018 10:48
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2722
 Re: Aquela moça
Sou capaz de atravessar o mundo
Ao primeiro sinal de amor dela.

╭✿
Parabéns poeta
Vale sempre a pena arriscar
para amar

um abraço Rafaelcarma


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 09/07/2018 15:26  Atualizado: 09/07/2018 15:26
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Aquela moça P/Rafaelcarma
Quem não arrisca não petisca, no bom sentido, e perguntar não ofende ninguém, vá coragem!
Gostei muito do seu poema, acredite, abraço Vó



Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 11/07/2018 13:12  Atualizado: 11/07/2018 13:12
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16139
 Re: Aquela moça
Rafael
Quem nunca experimentou um amor platônico que atire a primeira pedra! Rsrs
Moço, adorei a leitura!
Beijos!
Janna