https://www.poetris.com/
Poemas : 

Belle Époque: sonhos, loucuras e lembranças

 
Belle Époque: sonhos, loucuras e lembranças
 

"O espaço entre um poema e outro
é medido pelo comprimento de ondas
que percorrem o vácuo da inspiração
ausente"

[...]

Na penumbra do sorriso
a lágrima escorrendo pelo ventre,
ao vislumbrar o paraíso
ancestral, remanescente

os dedos de dunas empoeirados
levados pelo vento,
destreza desajeitada
para poetizar o sentimento

Mas a chuva chegou!
Nuvens carregadas de versos,
acinzentando a massa
que com maestria serve as letras,

simboliza alguns momentos
coisas de uma década e meia,
repousado no canto da janela
a frente de uma paisagem inteira

apreciando o som inaudível
das colônias milenares
competindo espaço com faróis,
combustíveis e mil andares

o vale amazônido que me acolheu
a água escura a qual bebi,
o sonho de Engenharia
que para Medicina transferi

os prazeres e as descobertas
do jovem recém-desmamado,
na busca incessante dos porquês,
querer ser adulto em tempo arrojado

Vieira Alves: um alento,
Parque Dez: diversão,
Coroado: educação,
Centro: aventura,
Ponta Negra: rock n' roll

La Belle Époque revelada,
percorrida nas rodas
de um quinhentos e vinte e cinco,
e de cinco em cinco
a vontade de cantar

Ao passar pela estação T1,
a ansiedade aumentava
novas notas a aprender,
canções a compor,
inspirações a todo vapor

Tarumã era o recinto,
uma cabine de estudo
e de estúdio,
os dedos desenhados em grafite
pelo lápis e pelas seis cordas

Paixões, saudades,
poesias vazias,
cheiros e bebidas,
perfumes, fantasias

Lá também descobri
que não tinha cacife pra doutor,
é uma vida que exige muita retidão,
difícil pra quem andava na contramão

[...]

Não parei pra respirar,
só agora pude transcrever,
para agradecer o acolhimento
da capital que pretendo rever

Os amigos que lá deixei,
a Universidade e o apê,
a Zona Franca que percorri a pé
do amanhecer ao anoitecer

By Renato Braga

Breve lembrança do tempo em que morei na cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas, no auge de minha juventude.
 
Autor
Renatobragarr
 
Texto
Data
Leituras
42
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.