https://www.poetris.com/
Poemas : 

MEDOS

 
Me metem medo
A metade do seio
O peso do arreio
O gosto azedo

Corro do frio
Sou ser sem gavetas
Correndo de arrepios
Saudade de outra planeta

A dor no queixo
Depois do beijo

De um vento na banguela
Que dá tremor na perna

E na pressa sem cama
Me abraça a dama
Que na maior calma
Acaricia minha alma


José Veríssimo

 
Autor
veríssimo
 
Texto
Data
Leituras
126
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.