https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Insaciáveis mãos de poeta

 
Open in new windowAs palavras brincam de esconder,
A emoção tranca-se no coração,
E a inspiração não sai da razão,
Para as mãos que querem escrever.

Silêncio...se sente o coração bater,
É ele... o bom amigo da meditação,
Existe um lugar, um refúgio, a solidão,
Onde a alma de paz vem se abastecer.

Com serenidade, a inspiração vai aparecer,
Momentos mansos, entregues para a reflexão,
Fluindo bons pensamentos, sem os prender.

E as insaciáveis mãos não sabem se conter,
Tiram do peito do poeta a sua emoção,
Para seus sentimentos, sem pudor, descrever.
(Siby)

 
Autor
Siby
Autor
 
Texto
Data
Leituras
265
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 15/08/2018 19:20  Atualizado: 15/08/2018 19:20
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15510
 Re: Insaciáveis mãos de poeta
É preciso muito inspiração e transpiração, não é? Gostei!