https://www.poetris.com/
Mensagens -> Amor : 

Amei muito

 
Foi quando o sol nascia no horizonte que ela,
formosa como o sol, chegou,
tornei-me louco desde aquele instante,
louco por ela, como ainda estou até o presente.

Tivemos uma vida extravagante; amei-a demais...
Muito,
e ela também me amou.
Mas logo partiu, talvez para um país distante,
pois nunca mais voltou.

Quanta saudade! Todas as noites sonho,
que te contemplo com olhar tristonho,
pois bem sei que ao acordar vou perceber
que tudo foi uma grande ilusão.

Desperto, abro as janelas, louco, aflito...
Soluço e grito ao vento frio
acompanhado de uma neve neblina:
Venha meu amor!
Salve-me deste grande sofrer da tua ausência!

Eliezer Lemos

 
Autor
LemosLemos
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.