https://www.poetris.com/
Poemas -> Paixão : 

COMO UM VULCÃO

 
COMO UM VULCÃO

Adentra minh'alma
Com teus raios de amor.
E nesse calor
Que me abrasa o ventre,
Chega e entra.
E em teu ser refrigero
E sacio esse querer sem fim.
Fera indomável que espreita
Dia e noite o caçador.
E faz-se mansa
Pois acredita no poder
de sua raça
E das suas garras.
fera no cio.
No vazio
Que antecede a espera
Da claridade da lua
Linda e nua.
Que a tudo assiste e excita.
Lua dourada. Sagrada.
Dos namorados e amantes.
Adentra minh'alma
Meu corpo e meu ser.
E faça desse meu querer
Todo um ritual de orgias.
Calientes e insanos prazer.
Rasgue o cerne
Dessa louca paixão.
Leve-me ao céu.
Tira-me do chão.
Mata-me de amor.
sacia-me
Com todo seu furor
Que espreita a caça
Sedento de gozo
De amor.
Sinta em cada gemido
Do meu agitado coração
A iminente ameaça
E a maior das certezas.
Da sonhada e ousada
Erupção desse vulcão
Que brota das entranhas
De uma mulher sedenta
E que só contenta
Com esse seu jeito
De fazer acontecer.
Essa mulher que espera
Tão carente de você
E tão cheia de decisão
A inundar-lhe a alma
E cobrir-lhe da mais louca paixão.

Vera Salviano
Direitos autorais
Lei 9.610/98




Vera Salviano

 
Autor
verasalviano
 
Texto
Data
Leituras
185
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jerenino
Publicado: 22/09/2018 12:03  Atualizado: 22/09/2018 12:03
Da casa!
Usuário desde: 04/09/2016
Localidade: ponte nova mg
Mensagens: 486
 Re: COMO UM VULCÃO
As noites de lua
Trazem vida a chama que arde sem se ver...
dentro do coração nasce o amor excelente
Muito allem do saber,
E o sentir do forte desejo de satisfazer .

Lindo poema amei a leitura
Como sempre minha amiga poetisa.

Beijos poéticos pra você.

(Generino)