https://www.poetris.com/
Poemas -> Dedicatória : 

ISOLAMENTO

 
Tags:  poema  
 
ISOLAMENTO
(Jairo Nunes Bezerra)

No avançar da noite sinto o teu distanciamento,
Ofuscando a tua presença que me alegrava a cada minuto...
Agora padeço sem ter deveras entretenimento,
E de ti a deliciosa e vibrante voz não mais escuto!

O que fazer quando a saudade se amplia ao anoitecer?
Se da cama continua vago o teu espaço...
Medito... Os nossos bons momentos tento reviver,
E mais sofro com a tua recente partida, acentuado descaso!

Saio caminhando lentamente pelas noites desertas.
Isso quando a veemente lembrança de ti aperta,
E deixo-me levar pela tristeza!

Chove de repente e libero as minhas repentinas lágrimas,
Penalizo-me com as minhas lástimas,
E do teu regresso mais perdura a incerteza!






 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.