https://www.poetris.com/
Poemas : 

Porteira Velha

 
Porteira velha

Aquela velha porteira,
No lugar onde nasci;
Eu abria e passava,
Na fazenda em que vivi.

Quando amanhecia o dia,
Sem demora, o sol brilhava...
Nos meus tempos de infância,
Na fazenda, ali brincava.

Fui criança, depois jovem,
Posso então assim dizer:
Construí meu doce lar,
Em solo que me viu crescer.

Mas o tempo foi passando,
Na cidade eu fui morar;
Abandonei a fazenda...
Para nunca lá voltar.

Saudosa porteira velha,
Hoje, ali não mais existe;
Restos se despedaçaram...
Deixando a fazenda triste.

Na entrada da fazenda,
No apogeu da cabeceira;
Com saudade, me recordo,
Daquela velha porteira.



trovaliz

 
Autor
trovaliz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
170
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.