https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Eterno Retorno

 
Open in new window
Eterno Retorno

O mundo agora flutua
contingente e não observável
iludido pela realidade da lua
que ilumina na noite a sua rua
e pela tua elucubração instável.

Recordo-me de ti meu amigo
da tua vasta cabeleira encaracolada
teus olhos gordos de suíno
teu sorriso fino
teus pensares agudos ressoando na madrugada.

Se foi cego de um todo permanente
dissolvido em liquido pastoso
amarrado por poderosa corrente
enterrado em suado chão rochoso
libertado deste eu consciente.

O mundo agora flutua
no mais completo abandono
e nada que possua
poderás levar para
teu eterno retorno,
apenas a alma que é leve.

Flutua o mundo flutua, mas em seu entorno...
é a alma que agora flutua,
uma luz que ilumina o mundo
em sonhos durante o teu sono.

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
287
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.