https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

NEGRUMES

 
Brilha a lua pálida,
Geme sangue,
Azorraga os lobos…
Veste a noite a capa preta,
Em sombras mortais…

Esconde o rosto,
Gira… roda…
Esfumaça nuvens…
Veste-se sem esperança,
Em sombras mortais…

Apaga em céu no leito
Aparece branca, cheia,
Despe os véus…
Dança, rodopeia,
Em sombras mortais…

Olho o meu corpo
Que se veste negro,
Translucido, opaco,
Enegrecido casaco
Em sombras mortais…

F.Serra


 
Autor
F.Serra.Pintor
 
Texto
Data
Leituras
89
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.