https://www.poetris.com/
Poemas : 

Dor do amor

 
Quantas vezes o cimento do amor
é feito com argamassa de segunda,
e não cola,
fica esfarelando pelas frestas dos dedos,
construindo a solidão.
Nosso querer some com a dor,
e a saudade vagabunda,
esfola,
ficam nas noites os medos,
que adormecem o coração.


 
Autor
PaolaRhoden
 
Texto
Data
Leituras
80
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 12/03/2019 11:49  Atualizado: 12/03/2019 11:49
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29159
 Re: Dor do amor
Muitas vezes o amor nos reboca de um jeito, colocando o nosso ser na parede de um jeito que os gritos se traduzem em ecos de pura dor