https://www.poetris.com/
Poemas : 

MULHER III

 
MULHER III
Autor: Carlos H. Rangel

Fujo covarde do horizonte alargado que representa
Revelando pequena a cratera que me cerca.
Não sou seu inimigo nem minha terra,
Apenas meus passos são mais curtos,
Mais lentos os ponteiros do meu tempo.
Você assusta a rotina desvairada de meus dias
Com a vivência sem fronteiras
Colocando em cheque valores assumidos a tempos.
Meu ritmo é manso como nossos rios...
E correntezas podem destruir sem deixar vestígios,
Esse menino que demora a crescer.
Seu cheiro ainda povoa meu corpo
E meus lábios repetem seu nome em sonhos...
Mas esse homenino medroso precisa estagiar em outros mundos
Antes de seguir o seu.

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
84
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.