https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Alegria : 

AÇUDE ORÁ

 
Tags:  poema  
 
AÇUDE ORÁ
 
AÇUDE ORÁ
(Jairo Nunes Bezerra)

Em Paudalho paisagens atraíram os meus olhares,
Mormente a do açude orá de águas cristalinas...
Suas diminutas oscilações fulguravam tais mares,
Com pequenos peixes festejando um novo clima!

Tudo isso acontece neste meado de inverno,
Em que as nuvens enegrecidas liberam as suas águas...
E que a região esquentada vira inferno,
E céu volta a ser quando a terra fica esfriada!

Inspirado com essa visão figurada,
Desejo mais uma vez poetizar a beleza de si emanada,
Compondo um ilustrativa poesia!

Mais a malvada chuva regressa inesperadamente,
Perturba a minha mente,
E sou vitimado pela atuante inércia!





 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
234
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.