https://www.poetris.com/
Poemas -> Alegria : 

Página Vazia

 
Tags:  amor    reflexão    alegria    paz    nostalgia    desabafo  
 
Contemplando uma página vazia de meu diário
Reparei que nada de mais verdadeiro podia haver
Mundo este imaginário
Em que muito do que (li) (previ) é o que veio a acontecer

Acordei assim, dentro de um filme a cores
Mais um filme, mais um dia
Filme de circo e horrores
Será que o queria?

Sem razão ou sem sentido
Continuo irresponsável, inconsequente
Como quem circula em "caminho proibido"
Ou como quem perdeu o norte e ficou doente

Em muitos de meus delírios sonhei que era escritor
Mas quando acordo, tudo é negro, tudo me causa temor
Não que tenha medo de ser quem quem sou
Simplesmente enfraqueci, minha força se esgotou

Pode ser que algum dia descubra minha razão
Ou o vento me traga mais responsabilidade
A inconsequência dos caminhos proibidos me atirou ao chão
Me deixou desnortedo, me fez cair na realidade

Mas nem o que eu gosto de fazer
É mais importante do que o que trago em meu interior
Por vezes até é bom estar perder
Por vezes é bom perder e sair vencedor

Ás vezes não vendo as coisas com muita clareza
Tenho a certeza do sabor da lágrima a rolar
E mesmo não possuindo algum tipo de riqueza
Ás vezes faço-me forte e estou prestes a colapsar

A estabilidade lógica de quem não quer explodir
Que paira sobre o mundo, sobre tudo o que sou
Difícil de a dominar, não vou mentir
E não minto que algo em mim mudou

Mesmo em dias que não consigo escrever
O que sinto e penso permanece igual
A mão que treme ante quem me faz morrer
Não por ser único, por ser o mais especial


MINHA POESIA MALDITA...
VEM DE MINHA ESCURIDÃO
E MINHA POESIA LUMINOSA
DE MINHA FONTE DE INSPIRAÇÃO

Peace & love
FidesinOculisMeis 2019®

 
Autor
FidesinOculisMeis
 
Texto
Data
Leituras
65
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.