https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Outros tempos

 
Tags:  alegria    porta    vida.    inquietude  
 
Outros tempos

Ah se pudesse embalsamar
O meu tempo de juventude
Que apesar da inquietude
Tinha tão pouco a lamentar

Por onde a gente passava
Só encontrava com a alegria
Nesse tempo eu não sabia
Que um dia tudo acabava

Agora é somente recordar
O que foi bom não vai voltar
Para bater em minha porta

Mas tudo nessa vida tem fim
Vai o que bom e vem o ruim
Pois agora a Inês já é morta.

jmd/Maringá, 12.06.19


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 13/06/2019 16:36  Atualizado: 13/06/2019 16:36
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade:
Mensagens: 780
 Re: Outros tempos
Águas passadas não movem moinhos