https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

VENTANIA

 
Tags:  poema  
 
VENTANIA
(Jairo Nunes Bezerra)

O vento frio impulsiona a minha janela,
E por ela penetrando, circula na minha sala...
Esperava mais resistência dela,
Mas o vento dominante tudo avassala!

O inverno escolheu o espaço pra domicilio,
E inesperadamente fez a sua visita...
Irritante foi o seu prolongado cio,
Que até agora me irrita!

Vou mudar de quarto,
Levando apenas os meus retratos,
Formando um novo visual!

Desafio que venha outro vento mais forte,
Dilapidando a minha sorte,
Sem alcançar a crescente evolução vertical!


[center]
[/center]

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
265
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.