https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

TEMPO OSCILATÓRIO

 
Tags:  poema  
 
TEMPO OSCILATÓRIO
(Jairo Nunes Bezerra)

Na visibilidade ostentada do dia,
O teu olhar atento me observava...
Nele não foi vislumbrado ironia,
Impossível... Chuva desabava!

Do olhar curiosidade durou pouco,
Isso senti no seu voltear...
Sentiu-se marejado talvez louco,
Molhado sem se concentrar!

Fites a esverdeada mata presente,
Siga-a sempre em frente,
Antes que desapareçam os raios solares!

Desesperada segues agora sem destino,
Caminhas tristonha sem tino,
Tropeçando em divergentes lugares!




 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
250
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.