https://www.poetris.com/
Rondel : 

UMA GANÂNCIA DELETÉRIA

 

As promessas de palanques são estéreis
Não fecunda o progresso a quem tem pouco
Pois são milhões ainda vivendo no sufoco
Mas os políticos desejam nos fazer de débeis.

Alguns destes construíram seus castelos
Enquanto os pobres vivem seus desconfortos
As promessas de palanques são estéreis
Não fecunda o progresso a quem tem pouco.

As crianças pagam os erros dos adultos
Perdem a infância se tornam seres incultos
E muitos destes serão epitáfio de sepulcros
Tudo por conta de uma ganância deletéria.
As promessas de palanques são estéreis.


Enviado por Miguel Jacó em 15/09/2019
Código do texto: T6745604
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
102
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 20/09/2019 11:40  Atualizado: 20/09/2019 11:40
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 230
 Eu deleitaria (o tabaco)
Open in new window

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 20/09/2019 12:14  Atualizado: 20/09/2019 12:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16203
 Re: UMA GANÂNCIA DELETÉRIA
Miguel

por conta de uma ganância deletéria.
As promessas de palanques são estéreis.


Poema contundente!
Parabéns!
Beijos!
Janna