https://www.poetris.com/
Poemas : 

INQUISIDORES:

 
INQUISIDORES:
Senhores inquisidores modernos
Tirem o dedo do meu desejo.
Que é só meu enquanto meu.
Que eu goste de morango
E vocês de bananas, respeitem o meu gosto
E assumam os seus.
Se eu gosto de ver o pôr do Sol
E você ouve sermões, problema seu.
Senhores censores,
Cuidem do seus
Eu cuido do meu.
Não quero saber do seu
Que fede naftalina.
Não quero sua moral de almanaque
Nem seu falso pudor cheio de desejos reprimidos.
Mude de canal. Não leia.
Vire o rosto para o outro lado
Viva sua vida medíocre e deixe que vivam.
Senhores inquisidores medievos,
Se escondam por trás da hipocrisia
E vão se danar... Para não dizer o que gostariam. (Proteus).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
170
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.