https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

O homem que eu amei

 
Tags:  alma    fantasia    olhar    devaneios  
 
Não eras tu
Era a fantasia do meu coração carente
que encantou-se pela doçura
de tuas palavras
e deixou-se prender pelo visgo
do teu olhar cor de mel
Era a expectativa dos meus anseios

E tu alimentavas meu ego
e eu me nutria
de falsas promessas

O homem que eu amei
era ilusão
criada em meus devaneios
quando meu coração
explodia em desejos
de alcançar-te e tocar-te

O homem que eu amei
e que nunca toquei
só existiu dentro do meu querer
porque eu o via através da vitrine
mas era apenas vidro
e se quebrou

Quebrou-se o encanto, a magia.

Partiu-se em mil pedacinhos;
o homem que eu amei...


Menina do Rio

 
Autor
Menina do Rio
 
Texto
Data
Leituras
2973
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Olga Silva
Publicado: 26/01/2009 19:33  Atualizado: 26/01/2009 19:33
Muito Participativo
Usuário desde: 23/10/2007
Localidade: Águeda-Aveiro
Mensagens: 73
 Re: O homem que eu amei
Quantas de nós já não criou uma imagem de alguém que afinal se acabou por quebrar? Este poema é um desabafo que poderia ser de muitas pessoas.