https://www.poetris.com/
Poemas -> Fantasia : 

TEMPERATURA QUESTIONÁVEL

 
Tags:  poema  
 
TEMPERATURA QUESTIONÁVEL
 
TEMPERATURA QUESTIONÁVEL
(Jairo Nunes Bezerra)

Das quebradas da serra vejo o firmamento,
Nuvens enegrecidas figuram no espaço...
Embora tristonho nada lamento,
E procuro ocultar o meu devaneio escasso!

Houve notificação de chuvas,
Elas foram aguardadas ante ansiedade,
Nada... Fiquei sem as minhas duchas,
E dos tempos idos libero saudades!

Vou partir para outra região distante,
Vou voltar a ser o inquieto andante,
Fugindo deste fogaréu!

O calor sempre me sufocou nas alturas,
E embora com jogo de cintura,
Continuarei a ser poeta vagando ao léu!


 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
124
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.