https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Ilusão : 

Partir copos

 
Tags:  vida    poemas    introspeção  
 
Poucas vezes depois do sol,
Conseguia partir copos,
Só repousava antes do sono,
Um pouco contrariado,
Muito indeciso,
Sempre com mãos sujas de negrura,...

Dormia com sangue o tempo suficiente para me habituar à dor,
E escolhendo ter sede,
Partir os copos que quisesse,
Antes de gritar inocentemente de dor,...

Agora já não me lembro da força que tive de aproveitar,
A meio do choro com a frase

 
Autor
pleonasmo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
205
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2020 22:08  Atualizado: 19/02/2020 22:09
 Re: Partir copos
não partes nada. e mais, anda a adorar-te a ti própria enganando sobretudo a essa merda a que chamas... (mete os perfis falsos no cu) chamas... chama chama que ele mete... peleo quê! mete o dedo e tem a coragem de ser. porque é que estes atrasados mentais se escondem atrás destes nomes de esquisitos! eu sou querida e tu? she she viva o são joão