https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

se não for tarde

 

hoje
a única visão de liberdade
está aqui no que bebo e escrevinho
sem motivo e tendo todos
um improvável vinho!

lá fora julgo saber
as flores têm tempo
e o céu como limite
já ninguém lhes corta os ramos
para arranjar uma mesa
ou alguma campa só
como uma saudade presa
em baça fotografia
mordida pelo pó.

lá fora julgo saber
que o céu ganhou raízes
noutras jarras impolutas
e as aves têm novas asas
com o condão de riscar
no universo das pedras
novo paladar

hoje
só por julgar, me proponho
beber de outra vida
o corpo, o beijo, o amor e a arte
num lençol de cores
que salve o sonho
se não for tarde

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
231
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/03/2020 17:38  Atualizado: 28/03/2020 17:39
 Re: se não for tarde
tu és tão bonita, és mesmo muito bonita rapariga, e não falo do exterior. só esses olhos... ah... vou referir um lugar-comum e eu jamais serei um lugar-comum mas, não, nunca é tarde enquanto cá estivermos. hasta siempre. fora os espanhóis eheh
inté

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 29/03/2020 12:29  Atualizado: 29/03/2020 12:29
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15417
 Re: se não for tarde
Um texto atual, aprazível e com todos os requintes que distinguem a autora . Que essa "prisão" voluntária seja abolida assim que os ares forem outros. 🥰