https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Relógio da Alma!

 
 
Relógio da Alma!
Olho o relógio da alma minha
Batem sempre descompassados.
Derramam o tempo sobre meu peito.
São estas horas vagas que me norteio
Num pensamento forte e sentido,
As brisas são tão suaves formam
uma renda de pura brancura,
Como nuvens em flocos de neve
A me orvalhar , me ajoelho
Numa prece sentida, e ergo
Meus olhos para este céu
Maravilhoso e respiro toda a vida
Num pulsar incessante, agradeço
Ao criador em poder viajar
Nestes sonhos encantados!
Fhatima

 
Autor
Fhatima
Autor
 
Texto
Data
Leituras
489
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/06/2020 14:47  Atualizado: 07/06/2020 14:47
 Re: Relógio da Alma!
As palavras nunca morrem. Uma vez proferida, uma palavra continua a ressoar como um seixo atirado para um lago. As ondas por ele criadas propagam-se na direção da margem mais afastada. Nesta existência, porém, não há margens, nem orlas, nem fronteiras. Quando dizemos algo, isso permanece para sempre. Continua a ressoar e a ecoar cada vez mais longe.


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 08/06/2020 09:11  Atualizado: 08/06/2020 09:11
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 6101
 Re: Relógio da Alma!


As horas passam e o tempo
vai deixando boas lembranças em prece
de um orvalhar poético
nas palavras de sonhos encantados
para viajar como flocos de neve dentro de nós

beijos poetisa Fhatima