https://www.poetris.com/
Poemas : 

Vozes

 
Tags:  glosa  
 
Mote - Vozes
A minha consciência tem milhares de vozes,
E cada voz traz-me milhares de histórias,
E de cada história sou o vilão condenado.
William Shakespeare


GLOSA
A minha consciência tem milhares de vozes,
Que conduz- me, sem direção destino
Trazendo-me, tormenta sons  ferozes,
Na penumbra da noite passos sem tino.

Ouço lamentos que querem ferir a razão
E cada voz traz-me milhares de histórias,
Que sem demora choro uma decepção.
Não fui capaz de resolver por teimosia,

Perdi várias vezes a noção não percebi
O amor e ouvi outras vozes, sufocado,
E de cada história sou o vilão condenado
Sucumbi minha alma atormentada perdi.


Mary Jun


Mary Jun

 
Autor
Maryjun
Autor
 
Texto
Data
Leituras
82
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.