https://www.poetris.com/
Poemas : 

O sino

 
Tags:  solidão  
 
Incessantemente lá do alto
Já toca o sino pela aurora
Solta-se um breve sobressalto
Cá, por quem teve a sua hora.

Quem será? Pergunto ao vento
Que nos transmite com perícia
O que é. de morte em sentimento
E que a igreja faz em notícia.

Toca o sino já alguém chora
Oiço aqui, vem do vento norte
Um pesar por tão triste sorte,

Mas quem a morte sente por fora
Sabe que há vida depois da morte
Não perde tempo, não se demora.


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
154
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.