https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

Recordo...

 
Tags:  palavras e letras  
 
 
Lembro-me de ti sorrindo-me em silêncio.
Sei de cor as palavras que me disseste à sombra de um luar de Inverno, quando a chuva miudinha nos juntou e nos aconchegou debaixo do mesmo instante.
Ainda sinto na pele os ruídos que o desejo riscou quando me traçou as vontades e desenhou em ti murmúrios que ainda oiço bafejando-me o ouvido.
Em meus olhos faço parágrafos ao tempo querendo esquecer o que não vi, e tentando encontrar o que quero ver.
Os lábios sentem o ardor dos beijos que me deste, quando abraçados ao calor da cumplicidade, te copiaste para dentro de mim e de mim passaste a fazer parte.
Para sempre ficaste na carícia das minhas mãos, e revestiste-me a pele de um perfume raro nunca inventado em qualquer episódio ausente da nossa história de fantasias.
As emoções dobraram-se em dois como um recado apaixonado num pedaço de papel, que só dois corações compassados conseguem partilhar e escrever em simultâneo.
Lembro-me de ti chorando quando limpaste a minha lágrima escondida, derramada na saudade de te voltar a sonhar perdidamente de olhos abertos.
Relembro o poema de Amor que em mim escreveste com a sabedoria dos teus dedos, releio as páginas brancas da minha alma e encontro pedaços de ti na forma da minha paixão.
Memorizei o silêncio que se fez soar quando nos despedimos na berma da estrada da eternidade, à porta da esperança de nos voltarmos a saber mais uma vez.
...
Lembro-me de nunca te ter conhecido, recordo apenas que sempre te amei…

E.L.
2008


E.L.

 
Autor
Emilia Lamy
 
Texto
Data
Leituras
1918
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.