https://www.poetris.com/
Artigos : 

O Hoje, o Amanhã e o Nunca

 
 
Fica fácil dar prognósticos sobre fatos passados: O resultado do jogo de basquete entre o time A e o time B será a vitória do time B por 118 a 95.
Oh... está correto (aplausos).
Mas o jogo foi ontem e não há mérito nessa nessa 'previsão'.
Vemos nos dias atuais, os arautos dos fatos passados. Pessoas cheias de "eu te disse", mas que nunca lembramos delas terem dito isso antes do resultado.
Adquirir a confiança dos outros com previsões de um "futuro passado" tem sido a arma de muitos daqueles que nos querem convencer de seu valor para que os sigamos e, no momento correto, venhamos a apoiá-los.
Enfrentamos o maior dos conflitos mundiais desde a criação de redes sociais na internet e desde que as distâncias passaram a inexistir face ao trânsito livre das informações.
O último grande conflito armado de proporções mundiais foi a segunda guerra e nós sabemos muito mais sobre ela que sabemos sobre a primeira guerra.
Se falarmos da última pandemia, vamos para 2002 com a SARS e sabemos bem menos sobre ela - sem Facebook ou Whatsapp as informações limitaram-se muito mais que hoje.
Os problemas de hoje serão sempre menores que os de amanhã, mas não somente em si. Um tanto disso ocorre pelo aumento da nossa capacidade de obter as informações.
Ainda assim o maior complicador disso tudo é que sempre haverá coisas com as quais nunca nem sonharemos sequer.
Mesmo assim os profetas dos dias passados virão e dirão: mas eu não disse?


Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.



 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
41
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.