https://www.poetris.com/
Poemas : 

Minhas saudades

 
Matar assim essa sede.
Matar assim essa dor.
Enganar assim a saudade.
Eu não. Não bebo.
Mas sorvo e engulo as lágrimas,
mastigo as perdas, vazios, memórias.
Me sirvo nesse banquete de ausências,
prazeres experimentados,
loucuras, riscos, tentativas e tentações,
ousadias, paixões, sentidos,
visões, posse, paz, amores, lembranças,
tempos abençoados;
e me embriago nessa comemoração de sentires,
sem medidas nem idades.
Hoje e sempre vivo e enfrento minhas saudades.


Carpe diem

Open in new window

 
Autor
Violante
Autor
 
Texto
Data
Leituras
90
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
6
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 06/08/2020 21:30  Atualizado: 06/08/2020 21:30
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2879
 Re: Minhas saudades
As saudades por vezes são muito cruéis, são os fantasmas daquilo que morreu mas vive dentro de nós e não sai, não sai...

Parabéns pelo poema!

Um abraço!


Enviado por Tópico
Amahnaiara
Publicado: 06/08/2020 22:00  Atualizado: 06/08/2020 22:00
Novo Membro
Usuário desde: 06/08/2020
Localidade:
Mensagens: 4
 Re: Minhas saudades
A saudade é a gente em tempos bons...

saudações!


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 07/08/2020 18:30  Atualizado: 07/08/2020 18:30
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1717
 Re: Minhas saudades
Quem não tem uma saudade sentida?
Bonitos versos, parabéns Violante. Bjs