Poemas : 

Ganância!

 

Ganância!

A ganância é um castigo
Que a gente perde a noção
Quem não tem Deus é aflito,
Não tem de nem coração.

Um tapa não repelido
Levou um encontrão
Entrava na casa nova
Com grande emoção.

Um ser que não era vivente
Recebe a pecha e sofreguidão,
Um castigo alarido
A eternidade na prisão.

Pena capital instituída
Ao espírito sem noção,
Um crime absurdo
Quando em vida sem paixão .

Como pode "causo" de casa
Irmão matar irmão?
Castigado em vida
Sem compaixão.

Teve morte desferida
Lá no claustro então.
Não bastava essa sentença, não !

- Quem faz o mau,
É julgado sem perdão!
Um crime absurdo,
Pela casa que ele queria,
Motivo de desunião .

Em vida matou por causa da construção,
Morreu punido pelo crime absorto, quando morto...
Sua casa virou prisão .


🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
🤔Baseado no livro de Alan Kardec : O Céu e O Inferno
🤔Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com
🤔Instagram : marceloescritor
🤔Boa noite!🌚🌹


Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura
site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net - Concurso Literário
blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: @marceloescritor2


 
Autor
marcelooso
 
Texto
Data
Leituras
476
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.