https://www.poetris.com/
Mensagens -> Desabafo : 

NAVEGANDO PELO ESPAÇO

 
Tags:  poema  
 
NAVEGANDO PELO ESPAÇO
(Jairo Nunes Bezerra)

Se hoje partistes para distante,
Solitária vives sem ninguém...
Da vida virastes eterna andante,
Seguindo os ditames da mente!

Na escuridão que te serpenteia,
Saudades flutuam na proximidade...
Do mar eras a nossa visionada sereia,
Agora és da vivência visada acuidade!

E na recém negritude do amplo espaço,
Infeliz sigo os teus passos,
Visando a tua promissora proximidade!

Recentes chuvas oscilam nas minhas lágrimas,
Tristonho enfrento frias águas,
Molhado, defendendo a minha felicidade!







 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
64
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.