https://www.poetris.com/
Poemas : 

poesia rasgada

 
poesia rasgada

Nadando nas lágrimas de diamante da dor
sendo lapidada pela correnteza das águas que tem mil fios de cabelos
depois de tantos soluços as mãos conseguiram sair do atoleiro em que se enterrou...
...
Sou papel molhado e amassado pisoteado pelo tempo
escrita que desvia a curva do pensamento
no vão há açoite da noite mal dormida
da missão cumprida com determinação no coração...
...
Sou papel molhado e amassado vestido de luto
no olhar perdido despido de espaço
a ampulheta corre na contra mão do vento
versejando as pedras que cortam os pés
no caminhar das ilhas irmãs...
tem muitas folhas da mesma árvore que pensam cada qual com seus aquais...
...
e mas... cada um vestindo lágrimas como acham que podem carregar afinal hoje é Natal...
Dia perfeito para deixar o vento levar os gemidos dos nossos corações para o menino Jesus enxugar...
as lágrimas exangue que somente o Cristo
pode entender e colocar ao sol para cuará...
...
Sou pedaço de papel molhado e amassado, jogado num canto qualquer do telhado...
sem prumo e sem rumo
buscando nas estrelas o teu sorriso...
mesmo que nadando nas lágrimas de diamante da dor.
buscando motivos para ter na vida amor.
Ray Nascimento


Do fundo do meu ser; amo te ler; tua amizade e seu amor sincero são refrigero pra minha alma.Te amo Amiga do seu AMIGOMENINO!
Open in new window
Adriel

 
Autor
RayNascimento
 
Texto
Data
Leituras
61
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 26/12/2020 15:55  Atualizado: 26/12/2020 15:55
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 959
 Re: poesia rasgada
Quando tudo parece perdido
Há sempre uma barca no mar
Para dar á vida novo colorido
Voltando a ser capaz de amar.