https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

CHUVA ATUANTE

 
Tags:  poema  
 
CHUVA ATUANTE
(Jairo Nunes Bezerra)

A chuva levou o meu jardim com todas rosas.
Tristonho apenas fitei delas a partida...
Saltitaram dos meus olhos lágrimas chorosas,
Que se ampliaram tal nuvens vertidas!

Agora o que fazer com o terreno vazio?
A solidão amplia a minha saudade...
Do vento ouço interminável assovio,
Que me acompanha com jocosidade!

Sei... Tudo que acontece agora é passageiro,
Até o próspero caminho ligeiro,
Onde convivo com a felicidade!

Por enquanto prevalece a infelicidade,
Inebriada por atrocidade,
Exibindo tudo com austeridade!

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
69
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.