https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

o som do silêncio

 
Tags:  om  
 
nesta clausura
observo
o som do silêncio.
lá fora
a calçada adormecida
corre à igreja fechada
onde mora um vazio recto
sem orações ou milagres.
nem vivalma para se cruzar
com o poste que ilumina
a sua própria solidão!
o sol já cai no horizonte
e a lua chega
sem qualquer importância.
aqui, tão perto, um velho tropeça
na ombreira da porta
que logo se fecha
fechando mais um dia.
o homem deita-se
e envelhece
um pouco mais, só
na sua cama fria
e, sonha, talvez
que nasceu outra vez
parece ouvir-se ao longe
o borbulhar de um rio
que chama....

(uma folha de jornal rodopia no ar
anunciando que a morte passou ali)

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
420
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/02/2021 23:59  Atualizado: 06/02/2021 23:59
 Re: o som do silêncio
O silêncio da noite para o dia é mesmo perturbador. Tudo é tão vazio que até o tempo parece ter sido abreviado. As lembranças, datas marcadas é às notícias tudo sem diversidade parece que tudo morreu mas ainda estamos vivos. Tudo é poeira.