https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Vacilante querença

 
Open in new window

Ó minha jóia,
Sem ti,
Sou um dragão perdido
Um apaixonado ferido

Sem ti, minha jóia,
Sou um nada,
Um nada sem glória,
Sem sentido de vida

Sem ti, querida,
Vazio é minha morada,
E nessa penosa jornada,
Ajunto cacos da minh’alma partida

Sem ti, querida,
Sou fonte sem água,
Maré de mágoa
Que não cura minha vida ferida

Ferida de morte
Por amor ausente,
Perdido no horizonte,
Envolto no sorriso do sol poente

De braços dados com o vento,
Tento esquecer lembranças
Da nossa vacilante querença,
Que não chegou ao dia dos namorados

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
273
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
3
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 26/02/2021 22:44  Atualizado: 26/02/2021 22:44
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6958
 Re: Vacilante querença
Amor é uma ilusão
Como ilusório é o sorriso
Velho da bebé velha,
Que se deixou beijar
Pela fada dos beijos do vento.

Enviado por Tópico
amifrejr
Publicado: 01/03/2021 17:44  Atualizado: 01/03/2021 17:44
Super Participativo
Usuário desde: 28/03/2017
Localidade: ALEXANDRIA & RIACHO DA CRUZ-RN
Mensagens: 103
 Re: Vacilante querença
Belíssima poesia! parabéns pelo romantismo!