https://www.poetris.com/
Poemas : 

Céu da boca

 
Quando acordo, de sonhar-te,
recordo a hipnoterapia
que minh'alma sentia
ao ver no teu rosto
o sorriso carente
que resplandecia.

Recordo, o meu corpo numa infinita leveza,
ao quase só etereamente tocar-te
para, depois abraçar-te
com suave firmeza.

Recordo o centro das tuas pupilas, a reflectir
o meu desejo, tão ardente,
por consumir
e no castanho adjacente,
ficar alienado a contemplar,
esse diamante negro cravado no teu globo ocular.

Recordo as estrelas nesta mente louca,
criadas nas papilas da minha língua sob o céu da tua boca


Não sou poeta mas, quem sabe, um dia escreverei
um texto que (pela persistência e sorte) possa ser lido como poema


 
Autor
Manufernandes
 
Texto
Data
Leituras
122
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 31/07/2021 00:51  Atualizado: 31/07/2021 00:51
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17318
 Re: Céu da boca
Poeta Manu
Parabéns pelo belíssimo poema!
Muito gostoso de ler!
Abraço!
Janna