https://www.poetris.com/
Poemas : 

PEREGRINO

 
.
.
.
os passos são testemunhos, marcaram todos os caminhos que ele percorreu...
ah os pés cansados e doentes caíram
e sangraram pelo calvário das distâncias.

as vias dolorosas que o tempo preparou o fez sentir os sulcos cavados, profundos
sobre o chão, pelas intensas tempestades.
a dor é a paz que se instala e o entorpece.

pousadas terrenas não são destinos finais se ainda há mais inferno para atravessar.
a fé é o ópio que optou tomar e prosseguir, remédio para sua alma antes atormentada.

passo a passo, segue na sua jornada, só,
corrigindo os pensamentos, os elementos; céu, mar, terra e ar, deus, diabo, universo.
levita, não mais sente os seixos sob os pés.

as matas, os bichos, as cidades, os homens agora são vistos de dentro das nuvens, voa e das alturas sente-os dentro do coração; purificação que alcançará desse flagelo.

o que deixou pelo caminho, experiências; o amor, o ódio, o equilíbrio, a permanência na renovada crença, desprovisão de revolta.
assim peregrino; avança, alcança a vivência e o fim.

 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
128
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.