https://www.poetris.com/

 
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
BELO HORIZONTE
BELO HORIZONTE (samba) Letra e melodia; zesilveiradobrasil Arranjo/Voz e Violão: Frederico Salvo...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 14/12/2018 12:15:53
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
HUMANO - Homenagem ao amigo e parceiro musical FREDERICO SALVO
Samba bossa extraído do Poema com mesmo título. Homenagem ao autor, amigo, e parceiro musical FRE...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 10/12/2018 05:25:01
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
ALMA RUBI
Foi um amor juvenil, daqueles de reflexos em pedra bruta; que deslumbra, que perpassa no tempo...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 02/12/2018 23:43:19
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
AR-170917
Terreno infértil; vinhedo improdutivo. Amor possessivo, ciumento, autoritário, amargo, inconseque...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 02/12/2018 01:52:21
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
AR-180922
nalguns poemas moribundos, visualizamos certas palavras rolando junto aos cuspes na sarjeta...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 30/11/2018 17:28:52
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
COR DE PORCELANA
Início do fim. O ruído d’água do chuveiro abafou o choro ao aspergir com fúria. Logo o vapor...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 29/11/2018 02:49:54
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
CHEIRO DE CAFÉ
bom o despertar renovado, do que a boa cama produz. espreguiçar-se, e bem relaxado, após a no...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 28/11/2018 04:19:57
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
ANTEVÉSPERA DO POEMA
Sê como ilha, erma, indivisível, bêbada no olhar, deixe-se girar na roda da vida, mesmo que hori...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 27/11/2018 07:05:17
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
AR-180415
observava a rota do colibri atraído pelo encantamento, voava confiante, mas, estancou cintilante ...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 26/11/2018 19:31:32
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
AR--171125
o murmúrio das águas, não só as pedras e os seixos são ouvintes. penso no propósito da cachoe...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 26/11/2018 12:47:40
Offline
ZESILVEIRADOBRASIL
CANTO SOLITÁRIO
Entre o brilho das bordas dos castelos prateados, onde brancas nuvens dançam pousadas nas negra...
Enviado por ZESILVEIRADOBRASIL
em 25/11/2018 19:25:57