https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Lu(n)a

 


O ar gelado da serra
Mantém o corpo desperto
Como um grito de guerra
Do meu coração deserto.

Entre as árvores surge ela
Para iluminar lentamente
De forma doce e singela
A minha desgastada fronte.

Seu brilho puro cristalino
Faz-me outra vez andar
Por esse escuro caminho
Que me leva a nenhum lugar.

Ela é silenciosa companhia
Dos meus trémulos olhos
Que procuram a magia
Escondida nos meus sonhos…



José Coimbra



 
Autor
Legan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
360
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 06/01/2022 17:12  Atualizado: 06/01/2022 17:12
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2629
 Re: Lu(n)a
Uma boa inspiração lhe trouxe essa iluminada, silenciosa companhia...bela construção poética, parabéns!


Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 12/01/2022 00:25  Atualizado: 12/01/2022 00:25
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1473
 Re: Lu(n)a
Por vezes fico a imaginar-me nas paisagens que descreves. Sua lu(n)a é uma dessas histórias que me transportam a climas que não tenho por aqui e assim mais deleitosos. Gosto muito disso. Saudações.