https://www.poetris.com/
Poemas : 

poema de dor

 
fui embora como o sol
no poente

deixei para trás as cores do ocaso

fui embora
ficaram janelas abertas para a noite
entreter teus sonhos inquietos
teus pássaros noturnos
sempre em fuga do chão e penas largadas
na solidão...
fui embora
não mais as recolherei
em terços
de súplicas em prece
para alimentar o presente que nunca
fez questão de comer.
era o passado que
sempre te sustentou impulsionando
tu' alma
na constância de olhar a nuca do que se foi

fui embora

e quando a noite fugir
não esqueces de fechar as janelas
para que a luz do sol
não te faça de mim, recordar.

fui embora...
mas levo comigo a poesia.







 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
165
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 21/01/2022 11:37  Atualizado: 21/01/2022 11:37
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1270
 Re: poema de dor
Tudo se poderá perder
Menos a luz que nos guia
Só ela faz a vida acontecer
Desde que exista, poesia!


Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 22/01/2022 12:42  Atualizado: 22/01/2022 12:43
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1270
 Re: poema de dor
Eternamente beija-flor! Fascinado, por eles!