https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

*DIA NACIONAL DA MULHER*

 
<p align="center">Open in new window

<font color="#006600">Dia Nacional da Mulher
30 de abril

*A Paz e a Mulher*

São companheiras inseparáveis:
Uma reside no silêncio que acalma
A outra aplaca o jogo da disputa
Ambas, oferecem aberta a palma

Esta traz a bandeira da vitória
Tremula sem condição no espaço
Aquela abre o pano para glória
Recebe o triunfo oferece abraço

A paz como redentora suprema
Mostra o lenço branco à guerra
A mulher com rosa do diadema
Oferta amor que a faixa encerra

Se esta no lar apazigua conflitos
Une as mãos num ato de oração
Aquela em prece, alertas benditos
Roga aos Céus amor e proteção

Que seja a paz triunfo dos mortais
Nunca a incerteza das decisões
A missão eterna dos temas sociais
A chuva que apaga os furacões

Seja a mulher, a companheira...
Mãe “verdadeira” sem fronteiras
A luz que guia como caminheira
Para o filho, as mães verdadeiras

Sogueira<center></font>


Livros Publicados:
- Por Justa Causa - contos
- Nas Entrelinhas (200 sonetos)
- A Pequena May - juvenil
-Datas Comemorativas em Poesias
-Eu Poesia, Contos e Crônicas
-No Reino de Sininho, infantil
- A Janela Azul
- Contação de História Infantil...

 
Autor
SoniaNogueira
 
Texto
Data
Leituras
1486
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/04/2008 15:11  Atualizado: 30/04/2008 15:14
 Re: *DIA NACIONAL DA MULHER*
Linda homenagem querida poeta, para todas as mulheres que fazem justiça sobre sua condição humana e traçam objetivos construtivos para o significado da sua vida. Acredito que se todas, nós mulheres, tivessemos a iniciativa de nos ajudar mutuamente, com coragem e determinação, talvez essa força feminina fosse mais valorizada em todas as culturas da raça humana. A mulher não pode, em tempo algum, deixar que a vulgaridade tome conta da sua condição humana, porque cada uma de nós, leva em seu ventre, um portal de luz e isso é sagrado e Divino!