https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

OUTONO

 
Hoje não vejo o meu jardim florido
As flores estão murchas e sem vida
No redemoinho de folhas ressequidas
As rosas e os cravos perderam o viço.

O sol não é mais o mesmo em seu brilho
(Entristeceu o esplendor do belo sorriso)
Dando espaço para o frio e a chuva miúda.

O azul anil deste céu que é magistral
Foi substituído por nuvens cinzentas
Anunciando um fortíssimo temporal
No vento que ceifa o frondoso pé-de-laranjeira.

É o outono dos dias tristes e incertos...
Preparando a chegada de mais um inverno.

D.A.R
UMA MULHER UM POEMA


"A vida é um poema que escrevemos todos os dias".
UMA MULHER UM POEMA
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/pt/deed.pt_PT

 
Autor
UMA MULHER UM POEMA
 
Texto
Data
Leituras
1542
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.