https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

Perdido nas ruas

 
O silêncio dela era algo incomum
Estranho e assustador
Acostumado ao seu sorriso
Sua alegria que agora não se via
E não havia explicação
Nem mesmo calma ao coração.

Estrelas em fuga no céu
Anunciava o prelúdio de uma lembrança
Como se quisesse avisar
Que algo extraordinário pudesse acontecer
Que ninguém poderia imaginar
Quando o coração fica preso.

Perambulou perdido nas ruas
Tentando encontrar uma saída
Nas madrugadas frias da cidade
Apenas a solidão vinha fazer-lhe companhia
E a lembrança daquele sorriso
Podia ser visto nas lágrimas a cair.

Não ouviu mais a canção de outrora
E quase esqueceu de quem era
Se não fosse a fagulha no fundo do olhar
Poderia ter perdido toda a esperança
Mas, isso não aconteceu,
Porque no alvorecer pode ver ela sorrir.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
148
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Quandoachuvacai
Publicado: 10/08/2022 19:06  Atualizado: 10/08/2022 19:42
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2014
Localidade: Lisboa
Mensagens: 965
 Re: Perdido nas ruas
Têm sempre umas luzes no fundo da alma... Não digo túnel pois é comum não gosto...
As vezes é preciso chorar para saber o quanto é bom sorrir 😄
A vida tem essas fases como a lua...
...gosto das mais inspiradoras ... poeticamente falando o que deserola a fita de música antiga...e aí sai com cada coisa que nem sabemos de onde veio...

Gostei muito de ler o seu poema como sempre

Abraço
...

By.acor