https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O que me fez estar

 
Era quase outono
naquele dia,
não sei se te lembras
ou mesmo sem a lembrança
o consegues comtemplar,
haviam folhas verdes nas árvores
amarelas a rolarem pelo ar
e eu…caminhava dentro da alma
em busca daquele lugar…

Lembras-te?
caso não te lembres
eu recordo-te
com a clareza do maior sentimento
que todo o universo tem…

Era quase outono
e celebrava com o corpo
aquele sentimento que não se descreve
nem em poemas é real
somente no alto do espírito
quando ele é vestido
é uma palavra autêntica,
um lugar para ficar…

Lembras-te?
Foi por isso que fiquei
e ainda hoje quero ficar
na continuidade da busca
não de um lugar
mas do seguimento do que me fez estar….



Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
285
Favoritos
7
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
72 pontos
0
8
7
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.